Revista TPM

tamanho da letra
aumentar fonte
diminuir fonte

Surf na areia

A cearense Silvana Lima venceu a bicampeã mundial e bateu um papo sobre surf com a Tpm
14.05.2009 | Texto: Luara Calvi Anic

A cearense Silvana Lima venceu a bicampeã mundial, Stephanie Gilmore, numa das etapas mundiais,
na Austrália, e bateu um papo sobre surf com a Tpm

 

 

 

 

 

Até os 17 anos, a surfista cearense Silvana Lima saía de casa e já estava a poucos metros do mar. Morava numa barraca de praia com sua família. Sete anos depois, a brasileira está entre as melhores do mundo. Mês passado venceu a bicampeã mundial, Stephanie Gilmore, na etapa do WTC (World Championship Tour) de Bells Beach, na Austrália. Obteve um 9,7 logo no começo da competição. No Rio de Janeiro – onde mora desde que saiu do Ceará – Silvana aguarda a próxima etapa do campeo­nato, que deve acontecer em setembro, na Barra da Tijuca.

Como estão seus patrocínios hoje se compararmos a quando você começou?

 

 

No começo foi difícil porque não tinha uma imagem boa. Tinha um surf bom, mas era gordinha e isso atrapalhava. Os patrocinadores querem garotas que surfem bem, mas que tenham uma boa imagem. Conquistei isso, treinei bastante, emagreci mais, foi aos poucos.


Quem estava na Austrália para te parabenizar?

Tem uma garota que viaja comigo fazendo fotos e vídeos. Ela filmou a área das atletas e dava pra ver as meninas torcendo por mim, Sofia Mulanovich, Melanie Bartels, Rebecca Woods [surfistas top mundiais]. A praia cheia de torcedores com bandeiras do Brasil. Adoraria ganhar um campeonato com a praia tipo o Maracanã. As pessoas gritando, batendo palmas, eu gosto.