Revista TPM

tamanho da letra
aumentar fonte
diminuir fonte

A separação de Grazi Massafera

Na não entrevista do mês
21.11.2013 | Texto: Nina Lemos, | Ilustração: Manuela Eichner

Manuela Eichner

 

Um casal que a gente acha o máximo se separa. Eles têm uma filhinha. Bem, acontece o tempo todo com amigos nossos. E o que a gente faz? Ajuda. Não somos amigas da Grazi Massafera ou do Cauã Reymond, mas somos solidárias ao casal. Mas, como toda a humanidade projetou que eram o casal perfeito, os dois estão ferrados. Eles são o número um dos assuntos mais comentados do site Ego. Qual seria a causa? Se você projetou um monte de coisas em cima de um casal que você não conhece (tão lindos, com uma filha linda, oh, meu Deus, não!), a culpa é sua. Recomendamos que você pare agora e passe a pensar no seu próprio relacionamento.

Alguns dos absurdos lidos sobre a separação do casal e o sofrimento deles (porque pimenta nos olhos dos outros é refresco!): “Após separação, Grazi viaja com cara de abatida para sua cidade natal”. E a explicação para a foto, que mostra a moça simpática rindo ao lado da suposta fã: “Fã indiscreta não resistiu e tirou uma foto ao lado dela”. E mandou para o jornal? Como assim?

“Após separação Grazi apaga fotos de Cauã em rede social”. Sim, um pobre coitado de um repórter foi pautado para bisbilhotar o Instagram da moça e fazer uma “investigação”. Bem, não sabemos se é verdade e não queremos saber. Mas quem nunca apagou fotos de ex após uma separação, hein? O pior de tudo é que as notícias falam que ela estaria arrasada, e podemos sentir o veneno escorrendo da boca de quem escreveu tais coisas.

Grazi é uma querida. Ela foi capa desta revista duas vezes. E o que desejamos? Que ela fique bem. Quanto a quem goza com a tristeza alheia, um pedido: parem! Deixem a Grazi em paz. Simplesmente assim: pensem na vida de vocês. Obrigada.