Revista TPM

tamanho da letra
aumentar fonte
diminuir fonte

Homem não chora, mulher não ri

Novo livro da antropóloga Mirian Goldenberg reúne 80 textos sobre diferenças entre sexos
16.12.2013 | Texto: Camila Alam | Fotos: Divulgação

Divulgação

Mirian Goldenberg

Mirian Goldenberg

Há mais de 25 anos a antropóloga Mirian Goldenberg vem pesquisando as diferenças entre homens e mulheres e o

 

comportamento adotado por cada gênero quando se trata de amor, sexo, casamento e amizade. Em seu recém-lançado Homem não chora. Mulher não ri, Mirian reúne 80 textos curtos e bem humorados sobre estas diferenças, inclusive a que dá título ao livro. Em suas pesquisas, Mirian descobriu, por exemplo, que 60% das mulheres entrevistadas gostariam de rir mais. Muito da sisudez feminina se deve a mulher, ao contrário do homem, querer sempre mostrar que é séria, responsável e competente. “Querem passar uma imagem pessoal e profissional do equilíbrio, confiança e maturidade”, diz Mirian.

Autora de Toda mulher é meio Leila Diniz, a antropóloga diz buscar na leveza e humor o tom de suas reflexões. “No que eu escrevo, falo, entrevistas que dou e na própria vida, descobri a importância do bom humor, e acho que descobri tardiamente. Aliando a seriedade com humor, o impacto do que eu penso é muito maior, além de ser muito mais gostoso fazer assim. A Tpm faz isso bem, por isso que a gente combina tanto”, diz.

 

"Eu me levava muito a sério. Aprendi a dizer foda-se. Pode botar aí: foda-se, com todas as letras"

 

Dividido em oito partes, o livro aborda temas comuns ao universo da escritora, como a ditadura do prazer, o corpo como capital, o medo de envelhecer e os velhos clichês. Uma das técnicas de Mirian para promover a reflexão é quase sempre terminar seus textos com uma pergunta. Em um deles, ela questiona: “Depois de décadas de luta pela liberação feminina, o que nós, mulheres, fazemos com o que a vida fez de nós?”. Para a pesquisadora, é essencial pensar em pequenas mudanças diárias que podem melhorar a vida e as relações. “Em cada texto provoco os leitores a pensarem. É como se eu dissesse ao leitor: 'E na sua própria vida, o que acontece?'. Acabei de dar um curso onde uma aluna de 88 anos saiu dizendo: 'com seu curso aprendi a dizer não, muito obrigada'. Quer coisa mais linda do que não ter medo de mudar em todas as idades?”

Com 57 anos recém completados, Mirian conta à Tpm o que pessoalmente mudou em sua vida durante seus anos de pesquisa comportamental. “Eu me levava muito a sério. Aprendi a dizer foda-se. Pode botar aí: foda-se, com todas as letras. Foda-se o que os outros pensam, a opinião dos outros. O importante é viver bem, fazer as coisas com prazer, comprometimento e respeito pelas próprias vontades”.

Vai lá: Homem não chora. Mulher não ri – 80 ideias para entender melhor sexo, amor e felicidade
Ed. Nova Fronteira
R$ 24,90

+ Notas

Morte de Suzana de Moraes: cineasta foi nossa entrevistada na Tpm #70
Morte de Suzana de Moraes: cineasta foi nossa entrevistada na Tpm #70 Relembre a entrevista que ela nos deu em 2007, quando abriu as portas de sua casa
Agência Pública abre crowdfunding para 10 reportagens investigativas
Agência Pública abre crowdfunding para 10 reportagens investigativas Colabore com o jornalismo independente da Pública!
Quem é Zara Larsson?! Sueca que causou no Instagram é cantora e compositora
Quem é Zara Larsson?! Sueca que causou no Instagram é cantora e compositora Gravadora aproveitou boom na rede social e adiantou o lançamento mundial do EP Uncover

+ comentários

A Tpm se reserva o direito de excluir comentários ofensivos

Deseja comentar?

 usuário TPM



» Esqueci minha senha

» Conheça as vantagens de ser cadastrado

» Cadastre-se na Tpm para obter uma conta gratuita

 convidado